Casa sustentável: atitudes simples reduzem os gastos com energia e água

Incorporar atitudes mais sustentáveis vai muito além de ajudar o meio ambiente, essa é também uma ótima maneira de economizar, reduzindo os custos com a água e a energia elétrica. Para você deixar sua casa mais eficiente, e muito mais ecologicamente correta, anote as dicas cômodo a cômodo para colocar em prática desde já.

Na cozinha

A primeira mudança que você pode fazer nesse ambiente começa muito antes de realmente chegar à cozinha, ela tem início no supermercado. “Nunca faça o supermercado com fome, porque você gasta muito e compra muita coisa que vai para o lixo. Evite o desperdício de produtos comprando a quantidade que você realmente precisa, tem que ter um consumo consciente”, indica o consultor ambiental Alessandro Azzoni. Faça uma lista do que realmente necessita e siga com ela, sem comprar por impulso.

Outra adaptação importante deve acontecer na sua torneira, substituindo por um sistema que saia como um jato, o que economiza muita água. Na impossibilidade de trocar, um acessório baratinho já faz toda a diferença: “Os bicos que você rosqueia são vendidos em qualquer lojinha e fazem com que a água saia em um jato, mas com menor quantidade. Assim você economiza cerca de 50% ao lavar a louça”.

Na hora de limpar os pratos o melhor a fazer é ensaboar tudo de uma única vez, o que vai ajudar na redução de consumo. “Tem aparadores para colocar em cima da pia, vazadinhos como uma peneira, que conforme você for ensaboando pode colocar ali. Fazendo o enxague de uma vez você economiza água, é algo muito simples que faz diferença no final do mês”, garante.

Está difícil enxergar ao lavar a louça ou usar o fogão? Muitas vezes a luz no teto não é forte o suficiente para o trabalho na cozinha, principalmente quando se existem armários sobre a pia, que fazem sombra. Para resolver, e ainda cortar os gastos com energia elétrica, aposte na fita de LED: “É muito fácil de instalar, você consegue fazer sozinha. É autoadesiva e produz uma ótima iluminação para colocar embaixo dos armários com quase nenhum gasto de energia”.

Reciclar também ajuda a deixar o dia a dia mais prático, além de ser correto do ponto de vista ambiental. “Compre duas lixeiras simples, uma para as embalagens e outras para os resíduos orgânicos. Você vai ver que no fim o número de recicláveis é muito maior que do lixo orgânico, e é só levar com quando for ao mercado caso não tenha coleta seletiva no seu bairro”, explica.

Na sala

A sala de estar costuma concentrar um grande número de eletrodomésticos, como televisão, computador e aparelhos de DVD, que consomem muita energia. “Ligue todos os aparelhos num estabilizador de voltagem, assim quando sair é só desligar o botão que ele vai cortar a corrente de todos eles. O ‘stand by’ deixa esses aparelhos pré-ligados para o momento que você retornar, e isso continua consumindo energia elétrica, como é incomodo desligar um por um você coloca o estabilizador que fica fácil e eficiente”, indica.

Substituir as lâmpadas é uma dica que vale para a sala, colocando o LED no lugar das fluorescentes. Além de ter uma alta durabilidade, o LED consome pouquíssima energia elétrica.

No banheiro

De acordo com Anzzoni, o banheiro é um dos maiores vilões da casa, principalmente pelo mau uso. Quem tem descarga com válvula na parede pode substituir pela caixa acoplada, o que resultará em uma grande economia. “O sistema antigo consome cerca de 20 litros de água, enquanto a média da caixa acoplada é de seis litros. O dispositivo de dois botões também ajuda muito, ele vai mandar uma média de três litros para a urina, basta trocar apenas o miolo”, completa.

Costuma jogar lixo no vaso sanitário? Abandone de vez esse hábito, que é prejudicial para o seu bolso e o meio ambiente: “Cada coisa que você jogar e for dar a descarga vai perder os mesmos seis ou 20 litros. Prefira a lixeira”.

Aqui mudar o sistema de gotejamento da torneira como na cozinha também é uma ótima pedida para diminuir o consumo, já que não é necessário usar tanta água para escovar os dentes ou lavar o rosto. “Escovar dente com torneira aberta é um absurdo, se não for substituir abra apenas meio fluxo quando for molhar a escova. No meio tempo de abrir a torneira toda você já jogou muita água pelo ralo”, alerta.

Para quem tem um sistema de aquecimento no chuveiro, e precisa esperar um pouco com ele ligado para que a água aqueça, o balde é um grande aliado: “Aproveite esse tempo que a água não esquenta para encher um balde. Essa água é limpa e você pode usar para lavar a casa ou para qualquer outra finalidade”.

No quarto

Os aparelhos, assim como na sala, podem ser ligados no estabilizador para tornar o consumo de energia menor. Para quem tem o hábito de assistir televisão antes de dormir, o cuidado está em não pegar no sono com ela ligada. “Se vai dormir vendo alguma coisa, coloque o timer, assim não vai gastar e nem acordar no meio da noite”, aconselha.

Se você gosta de usar o abajur no quarto, por que não trocá-lo por um mais inteligente? Já existem no mercado luminárias de LED recarregáveis, que são mais baratas que os abajures tradicionais e que duram dias antes de uma nova recarga: “Eles iluminam muito bem, a bateria dura muito e o LED não gasta quase nada”.

Na lavanderia

Otimize a lavanderia usando um galão grande para reaproveitar a água, é muito simples e eficaz. “Quando for lavar roupas que não estejam muito sujas coloque um galão de cinco litros na saída da máquina para a água cair direto nele, assim você pode lavar o chão com essa água”.

Fonte: Alagoas 24 Horas

Postado por: Solixx | www.solixx.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *