Florianópolis quer zerar descarte irregular de lixo

São gastos em torno de R$ 130 mil por mês para cuidar desses pontos.

Para discutir a necessidade de dar fim aos pontos de descarte irregular de lixo em Florianópolis, a capital decidiu apostar em uma ação ousada. A Comcap (Companhia de Melhoramentos da Capital) está expondo no monumento do Miramar, na praça Fernando Machado, região central da cidade, os resíduos volumosos recolhidos das ruas de Florianópolis entre segunda e terça-feira.

No local, são afixados banners que mostram alguns pontos críticos e explicam a ação “Tire um peso da consciência: dê o destino certo aos resíduos”, que é realizada durante a Semana de Meio Ambiente.

Há 162 locais em Florianópolis que exigem ação constante de limpeza e remoção de resíduos pela Comcap. A companhia afirma que esses pontos contribuem para a degradação ambiental da cidade, para a proliferação de vetores de doenças e para diminuição da qualidade de vida.


Foto: Tiago Bento/Divulgação Comcap

Além de móveis, eletrodomésticos, restos de poda e madeira, são depositados indevidamente restos de construção e entulho de obras. São gastos em torno de R$ 130 mil por mês para cuidar desses pontos de descarte irregular.

Na média mensal, o órgão retira em torno de duas mil toneladas de resíduos volumosos, somando a coleta pesada nos domicílios, o que é entregue nos PEVs e o que é, de forma incorreta, largado nas ruas da Capital.


Foto: Tiago Bento/Divulgação Comcap

Para enfrentar o problema de disposição irregular, além de fazer a coleta pesada em 75 bairros entre abril e novembro, está sendo implantando uma rede de PEVs, composta por 10 pontos, de forma a facilitar o descarte correto dos resíduos nas diversas regiões.

Já há quatro PEVs em operação – Itacorubi, Capoeiras, Monte Cristo e Morro das Pedras. O quinto será implantado em Canasvieiras, no Norte da Ilha. “Completaremos, assim, 50% da rede de PEVs da Comcap com ganhos em saneamento ambiental, em paisagem urbana e em saúde pública”, aponta o presidente da Comcap, Marius Bagnati.


Foto: Tiago Bento/Divulgação Comcap

Fonte: Ciclo Vivo 

Postado por: Solixx Soluções Ambientais | www.solixx.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *